Saber Planos

Curso T√©cnico em Fruticultura recebe mais de 130 inscri√ß√Ķes em S√£o Joaquim

N√ļmero de interessados seria suficiente para fechar quatro turmas no munic√≠pio. Qualifica√ß√£o do Senar/SC √© in√©dita no Estado

Por MB COMUNICAÇÃO em 05/03/2021 às 16:13:48

O primeiro curso Técnico em Fruticultura no Estado, ofertado em S√£o Joaquim pelo Servi√ßo Nacional de Aprendizagem Rural de Santa Catarina (SENAR/SC), órg√£o vinculado à Federa√ß√£o da Agricultura e Pecu√°ria do Estado de Santa Catarina (FAESC), recebeu n√ļmero recorde de inscri√ß√Ķes. Foram 134 interessados na forma√ß√£o, quantidade suficiente para fechar cinco turmas no munic√≠pio.

De acordo com a coordenadora do curso do Senar/SC, Katia Zanela, 30 alunos formarão a primeira turma no Estado. Os demais serão encaixados na sequência do curso na serra. A capacitação tem duração de dois anos e meio, com 1.350 horas, 70% delas on-line e 30% presenciais.

"O aluno aprende a executar, planejar e controlar todo o processo produtivo de plantas frut√≠feras. O curso é ofertado em parceria com o Sindicato Rural de S√£o Joaquim, munic√≠pio destaque em fruticultura no Estado e no Pa√≠s, o que responde pela grande quantidade de inscri√ß√Ķes", sublinha K√°tia.

HABITAOESTE

O presidente do Sindicato Rural de S√£o Joaquim e vice-presidente de finan√ßas da FAESC, Marcos Antônio Pagani de Souza, destaca que a qualifica√ß√£o é fundamental para a regi√£o que tem 80% da economia voltada à fruticultura. "S√£o Joaquim é o maior produtor de ma√ß√£ do Brasil e a cadeia frut√≠fera é a base econômica de toda a regi√£o serrana. Por isso, o curso é essencial para aprimorar o conhecimento dos produtores e formar técnicos para atuarem aqui. Ficamos muito felizes com a quantidade de inscri√ß√Ķes e, com certeza, formaremos novas turmas no munic√≠pio", ressalta.

Segundo o superintendente do SENAR/SC, Gilmar Zanluchi, além da execu√ß√£o das atividades espec√≠ficas da cadeia, o curso qualifica produtores rurais para atuarem na administra√ß√£o das propriedades. "É um curso técnico diferenciado, voltado ao empreendedorismo, além de uma oportunidade para o produtor rural buscar forma√ß√£o e melhorar produtividade e renda", ressalta.

O presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC, José Zeferino Pedrozo, ressalta que a forma√ß√£o profissional rural fortalece os produtores e aumenta a competitividade no campo. "Essa capacita√ß√£o far√° a diferen√ßa na vida das fam√≠lias que vivem da fruticultura na serra e contribuir√° para a transforma√ß√£o das propriedades e do setor no Estado", grifa.

LW - Novo Edifico Diana

Comunicar erro
Aurora 52 anos

Coment√°rios

nespolo 3
Mahh - Marcela
MVA